Professora Zilda exemplo de força e determinação

Ela nunca nega o que prega. Por trás de uma aparência frágil esconde a mulher determinada a lutar, acreditando ser capaz de vencer o gigantismo da ignorância. Porque suas mãos, de aparência frágil foram adestradas a combater, com um pedaço de giz e um quadro de fundo verde a ignorância, o analfabetismo e a vontade de desistir quando tudo se torna mais difícil.

Assim tem sido os últimos 47 anos da professora Zilda. Símbolo da mulher, símbolo da Escola de Aplicação e da Faculdade Alfredo Nasser. Como definiu o diretor-presidente Alcides Ribeiro. “A professora Zilda está conosco desde 1970”, disse ele. “São 47 anos de trabalho, e ela simboliza a equipe e a instituição”, ressaltou. “Simboliza as mulheres, porque são elas a força da Unifan”.

No Dia Internacional da Mulher, a Professora Zilda se revela determinada. Manifesta sua coragem, força, inteligência, compromisso e afeto com seus alunos. Incapaz de abandonar um pequenino no campo de batalha faz parte do grupo de seis pioneiros da Escola de Aplicação. São eles os professores Zilda, Vinovita, Uilsonina, Lídia, Antônio Marmo e Alcides Ribeiro.

Sem título-1

Entre todos, o Professor Alcides acredita que foram as mãos femininas que construíram a Faculdade Alfredo Nasser, o que torna o Dia Mundial das Mulheres uma data duplamente especial: “Porque 80% dos nossos colaboradores são do sexo feminino”, afirmou. “O dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, é a data que jamais poderá ser esquecida porque a mulher é a principal célula da família e da sociedade”, ressaltou. “É a grande mãe, a grande líder”.

A professora Zilda tem essa convicção. “As mulheres sobressaíram, batalharam para que a escola e a faculdade fossem bem, inclusive na conquista de títulos, troféus e honra”, diz. “Mas, deve-se ressaltar, tudo está sendo bem trabalhado pelo professor Alcides”. Entre os dias atuais, sonhos, histórias e projetos futuros a professora Zilda não despreza reminiscências: “Desde o inicio, ele escolhe a maioria das equipes formada por mulheres”, comentou. “E a escolha de mulheres, como companheiras de trabalho, coincide com a chegada da Faculdade Alfredo Nasser no topo”, comentou.

“As mulheres são, efetivamente, a força dessa intituição”, definiu. “Juntos, temos a mesma profissão, amor e respeito dedicado aos alunos”, disse. “E o mesmo amor à educação, às equipes da Escola de Aplicação e à Faculdade Alfredo Nasser”.


Os comentários estão desativados.